Vários cidadãos sul-coreanos partiram rumo à Coreia do Norte, para o reencontro com familiares

Compartilhe:
um destes autocarros, vai uma pessoa com 101 anos para visitar a família

Esta segunda-feira, vários cidadãos sul-coreanos partiram rumo à Coreia do Norte, para o reencontro com familiares. Este é o primeiro encontro vez desde a Guerra da Coreia, que decorreu de 1959 a 1953.
No total, partiram 89 passageiros em 14 autocarros que estão a ser acompanhados pela polícia de Sokcho. Os sul-coreanos deverão passar cerca de 11 horas com os familiares na estância de esqui de Kumgang e vão ser continuamente vigiados por agentes da Coreia do Norte.
A Guerra da Coreia, que separou milhares de pessoas, impôs para sempre a barreira entre o sul e o norte, dando origem às duas Coreias que atualmente existem. As comunicações, por parte dos cidadãos comuns de ambos os lados foram proibidas.
O reencontro das famílias é algo que é possível desde 2000, mas o número de candidatos a estas visitas foi mais baixo do que o esperado. No primeiro ano, 130 mil sul-coreanos candidataram-se para participar no evento; agora, a maior parte já faleceu ou desistiu quando soube que os familiares morreram. Mais de metade dos que rumam agora em direção à Coreia do Norte ultrapassa os 80 anos de idade. A pessoa mais velha que vai nesta viagem tem 101 anos.

Compartilhe:

Cultura

Fazer um comentário: